15.2.09

Um grande AZAR

Eu ainda não recuperei da derrota de ontem do Sporting de Braga com o Leixões. Aquilo que se passou depois do apito final não dá para tirar da cabeça. O treinador José Mota só demonstrou que não é franco, não soube admitir que foi inferior à equipa bracarense. Dizer na flash-interview que os três pontos foram justíssimos para a sua equipa é um autêntico absurdo. A equipa do Mar que só um remate fez durante todo o tempo de jogo, encostou logo um muro à frente da baliza do guarda-redes Beto, e isso é ser melhor? Os ataques, os remates, as bolas que foram ao poste, as defesas que Beto foi obrigado a fazer, o domínio da equipa da casa ficou-lhe onde? Esqueceu-se? Ele devia era ter agradecido ao Frechaut por ter marcado um grande auto-golo, isto é que ele deveria ter feito. Agora que a vida profissional lhe anda a correr bem em Matosinhos não tem o direito de dizer barbaridades da boca para fora.

A consideração que eu tinha com o Beto foi-se toda por água abaixo depois de ter ouvido as bocas dele em direcção às pessoas que se encontravam na bancada Nascente do Estádio AXA logo após o apito final do Duarte Gomes. Lá porque o Carlos Queiróz ter convocado o Eduardo para o amigável com a Finlândia e a ele não, os adeptos do Sp. Braga têm alguma coisa a ver com isso? A inveja é algo muito feia, e humildade não lhe ficava nada mal.

A equipa arsenalista tinha aqui a hipótese de subir mais um lugar no campeonato português, perdeu por uma infelicidade de Frechaut. Um jogador que tem vindo a fazer mais uma grande época, a maneira como ele se sai ao lance é ridícula. Não tinha ninguém da equipa adversária por perto porque não desviou a bola com os pés? Ou porque ele não deixou a bola seguir o seu rumo sem tocar nela? São coisas que acontecem, e aos aos melhores! Foi um azar que acabou por dar três pontos ao Leixões.

Não queria terminar este post sem frisar o magnífico público presente no estádio. Nos tempos que ocorrem, ora é a crise financeira, o mau futebol praticado em Portugal, as más arbitragens, à conta de tudo isto é difícil levar muita gente aos palcos desportivos e, ontem o Sp. Braga conseguiu ter mais de 20 mil espectadores que apoiaram incodicionalmente os Gverreiros do Minho, é certo que houve uma "promoção" do dia dos Namorados mas mesmo assim para uma cidade onde a maioria das pessoas são comodistas, é obra!

2 comentários:

→a' disse...

Estou rendido a estes teus posts desportivos!Começas a ser um caso sério:)

.::Borboleta::. disse...

:) nao vi o jogo
bem mas pelo que vejo nao correu la muito bem...
beijinhos mana
adoro.te