4.7.19

Sobrinho

Hoje acordei cheia de saudades do meu sobrinho. Geralmente só estou com ele aos fins-de-semana, umas duas vezes por mês. E sabe-me sempre a pouco. Ele sempre que me vê, apressa-se a contar-me as novidades. Não descansa enquanto não me contar tudo o que supostamente desconheço, e conta com todo o entusiasmo do Mundo o que se passou durante o tempo que não nos vimos! Lembra-se de tudo. O miúdo é um espectáculo e hiperactivo. Não pára um segundo. Tem de estar sempre a fazer alguma coisa, senão aborrecesse.

Ora faz desenhos, ora vê desenhos animados, ora pega na Tablet e mete-se no YouTube a ver videos. Ele caminha, ele corre, ele salta. Ele faz piadas. Adora gozar com a gente! Por vezes sai-se com cada uma. Responde de uma maneira graciosa. Está sempre bem-disposto. Com ele estamos sempre a rir. É amoroso e carinhoso. Demonstra os afectos (derreto-me com os seus abraços). Não tem vergonha disso. É corajoso e valente. Só diz que tem medo de andar de barco porque o barco pode afundar-se e depois... não há mais por onde escapar.

Tem paixão por animais. Trata do Nico (o Pinscher) de forma impecável. Às vezes faz dele gato-sapato, mas o cão não se importa. É companheiro. E nada racista. O seu melhor amigo do colégio era de pele escura. Sabe bem laurear a pevide. Quando quer gosta de fotos, de tirar e ser fotografado. E faz poses atrás de poses. Sem qualquer problema. E não é que tem imenso jeito? É um mimo olhar para ele. Mas também tem o seu lado rebelde. Já trocou a Trottinette pelo Skate, e actualmente só quer andar de bicicleta. Para meu espanto, nas férias vi-o a andar com os pés em cima do assento. Não caiu! 

Confesso que é cansativo, a minha cunhada tem uma maior capacidade de absorver tudo ao mesmo tempo e filtrar prioridades. Eu não. Acorda cedíssimo (neste aspecto não sai à Tia!), e toma bem o pequeno-almoço (o resto das refeições são uma comédia), e é uma aventura no banho. Gosta muito de água. De beber água e de estar dentro de água. É inteligente, tem bom ouvido e decora rapidamente. É curioso. Pergunta quando não sabe. Percebe mais das novas tecnologias do que eu. Ainda no outro dia pegou na minha câmara fotográfica, e lá estava ele às 7h20 da manhã a gravar videos em slow motion. Eu nem sequer sabia da existência dessa função na minha Panasonic! Claro que, só me apercebi disso quando carreguei para visualizar o que ele andou a registar. Sabe mexer num iPhone, nas TV's. Basicamente em tudo o que seja máquina. E adora tirar cafés na Nespresso. E ainda dizem que as crianças são chatas. Chatos e complicados são muitos adultos!

# Escrito no Verão de 2016 / Texto perdido nos rascunhos.

2.7.18

Há fumo branco, há destino escolhido

Já tenho destino de Verão (há alguma tempo, vá). Já fiz as reservas. Agora é só aguardar. Para onde é que acham que eu vou? :)

19.5.18

#RoyalWedding

Dos casamentos reais: Este foi o mais descontraído, o mais feliz, o mais original. Harry, o bad boy da família britânica, conseguiu surpreender-me. Soube amadurecer, soube escolher bem. A Meghan tem um ar natural muito cativante e simpático. Estavam ambos amorosos e muito elegantes. Adorei o sermão do Padre americano, o "Stand by me" pelo coro gospel, do lugar vazio em homenagem à eterna Princesa Diana, da emocionada mãe Doria, da tiara emprestada pela Rainha Isabel à nova Duquesa de Sussex. 

E o momento mais romântico, aquele em que ele diz que "ela está deslumbrante e a sorte de a ter"? Perfeito! Ainda há histórias de amor verdadeiras. Os olhares e sorrisos deles não enganaram ninguém. 

18.5.18

Batizado do Leo

Foi este o meu look, naquele último domingo de Abril. Houve chuva, houve sol. Mas houve muito mais para ver, pegar, ouvir. Principalmente sentir; os afectos.


IMG_4713
IMG_4723

15.5.18

As minhas Sneakers # 2

Tenho umas brancas da Nike. Básicas. A minha marca favorita desde criança. O que é branco suja-se rápido, mas são tão lindas. E levezinhas. O único problema, é que, com o tempo, de um ano para o outro elas encolheram e agora sinto-as apertadas. Argh! Acho que as vou passar à minha mãe, que tem o pé mais curto, e comprar umas novas para mim.  

 20170521_142003_009

12.5.18

"O Jardim", Cláudia Pascoal & Isaura


"são as flores o meu lugar,
agora que não estás, rego eu o teu jardim,

agora que não estás, rego eu o teu jardim..."

Não é preciso mais nada.